Pré e Pós-Operatório | Atividade Física

Importância da atividade física no tratamento da obesidade:

A obesidade definida como uma doença crônica que vem apresentando significativo aumento de incidência mundial desde 2003, necessita, para pacientes com problemas de peso, tratamentos eficazes para diminuição de gordura corporal e comorbidades associadas.

O tratamento bem-sucedido de pacientes severamente obesos, que necessita diminuir quantidades significativas de peso por meio de cirurgia bariátrica, implicam diretamente na adoção de novos hábitos alimentares, de conduta pessoal e de exercícios físicos.

Em relação às atividades físicas somente um terço das pessoas que passam pela cirurgia bariátrica adotam algum tipo de atividade física.

O preparo, tanto psicológico, nutricional e físico para a cirurgia é longo e inclui a diminuição de peso antes do procedimento, o que diminui muito os riscos no pré e pós-operatórios (diabetes, hipertensão, problemas articulares, dificuldades respiratórias, embolia pulmonar, deficiências de vitaminas e minerais e até alguns tipos de câncer).

Sabemos que o obeso mórbido necessita de treinamento físico pré-operatório e que muitas vezes seu estado físico não possibilita grande variedade de treinamentos físicos. Para isso o treinamento funcional e cardiorespiratórios estão no topo das atividades desenvolvidas pelos profissionais envolvidos com qualidade de vida e resultados duradouros.

A grande diferença destes treinamentos com treinadores preparados é o foco, mas voltado para as adequações pessoais e a qualidade de vida do que para a estética corporal, o que acaba acontecendo, mas naturalmente, como conseqüência da prática regular da atividade.

Obesos submetidos à cirurgia bariátrica, apresentam uma significativa perda de massa magra, associada à redução extrema de peso, sendo que a realização de exercícios resistidos (musculação) ameniza a perda de massa magra, melhorando parâmetros como força e resistência muscular localizada sem contar na melhora da flexibilidade e utilização de oxigênio corporal (VO2máx).

Outro ponto que diferencia o emagrecimento com exercício físico associado dos pacientes que só emagrecem é a melhoria na execução nas atividades de vida diária (AVD’s) e imagem corporal e manutenção futura do peso.

Resumindo: para se ter resultados duradouros de emagrecimento e saúde precisamos acreditar, dedicar e persistir na boa prática de ser mais ativos e menos passivos!